Escutas Coletivas | companhia brasileira de teatro

Escutas Coletivas

ApresentaçãoImprensa

Dramaturgias sonoras. Vozes no espaço. Pessoas em suas casas conectadas a uma mesma música e a um acontecimento no tempo presente. Escolha um lugar confortável em sua casa, diminua a luz, e prepare seus fones de ouvido para uma experiência sonora. 

Nesta primeira edição será apresentado “Maré” (2015), dramaturgia e direção de Marcio Abreu, com desenho sonoro do músico e compositor Felipe Storino, nas vozes de Cássia Damasceno, Fabio Osório Monteiro, Felipe Storino, Giovana Soar, Grace Passô, Key Sawao, Nadja Naira. 

O evento

Em todos os episódios haverá três movimentos. O primeiro movimento composto por um prólogo/apresentação feito pelo dramaturgo ou diretor da obra, que apresenta e contextualiza a ação; um segundo movimento em que todos escutam a obra criada, juntos; e um terceiro movimento em que se promove um debate entre público e a equipe criativa.

As leituras programadas na serie “Escutas Coletivas”, idealizada e realizada pela companhia brasileira de teatro, têm sua performance e composição ancoradas numa manipulação e escuta mais detalhada de cada som, especialmente dos sons das palavras que compõem a dramaturgia escolhida, não excluindo a entrada e atravessamento de outros instrumentos e objetos sonoros, tampouco de sintetizadores, computadores ou máquinas construtoras sonoras.  Uma tentativa de leitura e escuta amparadas nos sons das palavras de um texto dramatúrgico e na sua composição e orquestração sonora a partir de novas tecnologias digitais.  

Sobre a obra

Maré ou Complexo da Maré, é um dos maiores complexos de favelas do município do Rio de Janeiro. É localizado na zona norte da cidade. Em 2013, quando aconteceu no Brasil uma série de protestos e manifestações para reivindicações diversas, chamadas Jornadas de Junho, houve na Maré uma chacina. Há, na Maré e em diversas favelas do Rio de Janeiro e de outras cidades do país, desde tempos imemoriais, chacinas perpetradas pela polícia e pelo crime organizado. Esta peça é afetada por este acontecimento. Esta peça é uma reação artística ao real. Esta é uma peça de invenção. 

Mais informações:  Instagram @ciabrasileira

Dias 29, 30 e 31 de agosto de 2020, às 20h30

29/08 Escutas Coletivas – Maré 

30/08 Escutas Coletivas – Maré 

31/08 Escutas Coletivas – Maré 

Duração: 120 minutos. Classificação: 14 anos. Vagas limitadas. Custo: R$ 25,00.

Ingressos pelo Sympla.