Maré | companhia brasileira de teatro

Maré

Apresentação | Luto | Imprensa 

Na primeira edição do Escutas Coletivas foi apresentado “Maré” (2015), com dramaturgia e direção de Marcio Abreu, desenho sonoro do músico e compositor Felipe Storino, e nas vozes de Cássia Damasceno, Fabio Osório Monteiro, Felipe Storino, Giovana Soar, Grace Passô, Key Sawao, Nadja Naira. 

Sobre a obra

Maré ou Complexo da Maré, é um dos maiores complexos de favelas do município do Rio de Janeiro. É localizado na zona norte da cidade. Em 2013, quando aconteceu no Brasil uma série de protestos e manifestações para reivindicações diversas, chamadas Jornadas de Junho, houve na Maré uma chacina. Há, na Maré e em diversas favelas do Rio de Janeiro e de outras cidades do país, desde tempos imemoriais, chacinas perpetradas pela polícia e pelo crime organizado. Esta peça é afetada por este acontecimento. Esta peça é uma reação artística ao real. Esta é uma peça de invenção. 

 

As Escutas Coletivas de Maré aconteceram nos dias 29, 30 e 31 de agosto de 2020, às 20h30, e nos dias 04 e 05 de outubro de 2020 às 20h30. 

escutas coletivas WhatsApp Image 2020-09-22 at 14.18.17