Leituras e Outras Ações | companhia brasileira de teatro

Leituras e Outras Ações

ParalelasIntercâmbios | Publicações

Café Philosophique (2014)

Leitura de cenas do autor francês Jean-Michel Ribes.

Com Giovana Soar e Edson Rocha.

Aliança Francesa de Curitiba.

 

Taubira (2013)

Festival de Cenas curtas do Galpão Cine Horto  BH.

Performance à partir dos discursos de Christiane Taubira sobre a aprovação da lei para a união de casais de mesmo sexo e a adoção.

Elenco: Rodrigo Bolzan e Nadja Naira.

Dramaturgia: Giovana Soar e Marcio Abreu. Direção: Marcio Abreu.

 

Os Trabalhos e os Dias (2009)

Leituras dramáticas de texto de Michel Vinaver.

Traduzido em oficina ministrada por Giovana Soar na Aliança Francesa em Curitiba. Café Babete e Teatro Novelas Curitibanas.

Elenco: Marcio Abreu, Paulo Alves, Nadja Naira, Giovana Soar e Cassia Damasceno. Direção: Marcio Abreu.

 

companhia brasileira LÊ LEMINSKI (2009)

Leitura dramática com textos de James Joyce, Becket, Petrônio, John Lenon, entre outros, todos traduzidos por Paulo Leminski. LÊ LEMINSKI fez parte do processo de pesquisa do Projeto VIDA, que a companhia desenvolveu entre 2008/2010. Foi apresentado na sede da companhia e no Encontro de Bibliotecas da Secretaria Municipal de Educação de Curitiba.

Elenco: Giovana Soar, Nadja Naira, Ranieri Gonzalez, Rodrigo Ferrarini e Paulo Alves. Direção Marcio Abreu.

 

Festival de Teatro de Curitiba (2006/2009)

2006 – Concepção do espetáculo de abertura do Festival de Teatro de Curitiba, com a participação da Orquestra Sinfônica do Paraná, regência do maestro Alessandro Sangiorgi e do ator Luis Melo.

Direção: Marcio Abreu.

Assistência de direção: Giovana Soar. Iluminação: Nadja Naira.
2009 – Concepção do evento de abertura do Festival de Curitiba com a participação dos atores Ranieri Gonzalez e Bianca Ramoneda.

Direção: Marcio Abreu

 

Projeto COPI (2007)

Em parceria com o diretor francês Thomas Quillardet a companhia desenvolveu um projeto sobre a obra do autor franco-argentino COPI, envolvendo montagem de textos, exposição de desenhos e fotos, leituras dramáticas, tradução e edição dos textos “Eva Perón”, “Loretta Strong” e “A Geladeira”. Teatro Novelas Curitibanas e Festival RioCenaContemporânea no Rio de Janeiro.

  

 

Semana Lagarce (2006)

Lançamento da edição bilíngüe de Apenas o Fim do Mundo de Jean-Luc Lagarce, tradução de Giovana Soar, coleção Palco sur Scène, na sala de Atualidades da Biblioteca Mário de Andrade em São Paulo.
Leitura do texto Do Luxo e Da Impotência, de Jean-Luc Lagarce.

Direção: Marcio Abreu. Elenco: Luis Melo, Simone Spoladore e Nadja Naira.
Evento promovido pelo Consulado Geral da França em SP, ECA-USP e a Prefeitura de São Paulo, no Teatro Laboratório da ECA-USP (Universidade de São Paulo).

 

Daqui a Duzentos Anos (2005/2007)

Espetáculo produzido pelo ACT – Atelie de Criação Teatral, com textos de Anton Tchekhov. Direção e dramaturgia Marcio Abreu. Iluminação: Nadja Naira. O espetáculo realizou temporadas em Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro e circulou pelas principais cidades do país.

Em 2005 recebeu o Prêmio APCA  de melhor ator do ano para Luis Melo.

 

Grupo de Estudos de Tchekhov (2004)

No primeiro semestre de 2004, em Curitiba, Marcio Abreu coordenou em parceria com o ator Luis Melo no ACT – Atelie de Criação Teatral um grupo interdisciplinar de estudos sobre a obra de Tchekhov, realizando uma série de leituras dramáticas e performances. Assistência: Giovana Soar.

 

Opera Illustrata (2003)

Projeto da Fundação Cultural de Curitiba composto pela apresentação de sete concertos didáticos de óperas – Tosca, O Elixir do Amor, A Flauta Mágica, Fausto, Júlio César, Colombo e Cavaleria Rusticana. Direção: Marcio Abreu e Beto Lanza. Assistência de direção: Giovana Soar. Iluminação: Nadja Naira. Maestros: Osvaldo Colarusso, Roberto de Regina, Júlio Medaglia, Paulo Esper.

Teatro Londrina, Curitiba.

 

A Melhor Parte do Homem (2003)

Espetáculo fruto do intercâmbio com o grupo francês Théâtre de la Tentative. Direção e dramaturgia: Giovana Soar. Assistência de direção: Marcio Abreu. Iluminação: Nadja Naira.

Festival de Teatro de Curitiba e Festival RioCenaContemporânea.

 

A Vida é cheia de som e fúria (2000)

Co-produção com a Sutil Companhia de Teatro. Texto: Nick Hornby. Direção: Felipe Hirsch. A peça estreou em Curitiba e cumpriu temporadas nas principais cidades do país. Recebeu o premio Shell de melhor direção em 2000.

 

Adeus, Robinson! (1999)

Espetáculo à partir de um texto radiofônico de Julio Cortázar. Direção: Marcio Abreu. Cumpriu duas temporadas em Curitiba.