Diretor de produção, bacharel em Artes Cênicas formado em 2.004 pela Universidade Estadual de Londrina –PR. Em 2.007 cursou “Gestão de Políticas e Produtos Culturais” pela Faculdade São Luís (SP).

Desde 2009, é diretor de produção da NIA Teatro, ao lado de Denise Fraga e Luiz Villaça, responsável pelo planejamento, execução e finalização dos Projetos Teatrais. Entre os principais trabalhos que o trio realizou, destacam-se “Eu de Você”, obra coletiva livremente inspirada em narrativas reais (2019-2020); “A Visita da Velha Senhora”, de Friedrich Dürrenmatt (2017-2019); “Pagliacci”, de Luís Alberto Abreu (co-produção com La Mínima Teatro, 2017); “Galileu Galilei”, de Bertolt Brecht (2015-2016); “Chorinho”, de Fauzi Arap (2012-2014); “A Descida do Monte Morgan”, de Arthur Miller (2013 e 2014); “Sem Pensar”, de Anya Reiss (2011 e 2012) e “A Alma Boa de Setsuan”, de Bertolt Brecht (2008-2010).

Sua trajetória cruza com a da companhia brasileira desde 2003, ainda no Paraná, com a realização de “Volta ao Dia…”, de Marcio Abreu; e seguidamente com “Suíte 1”, de Philippe Minyana, em 2005. A partir de 2011 produz os trabalhos da companhia em SP: “Oxigênio”, de Ivan Viripaev (2011), “Esta Criança”, de Joël Pommerat (2013); “Krum”, de Hanock Levin (2015); PROJETO bRASIL, de Marcio Abreu (2016). A partir de 2017 integra o núcleo da companhia, e produz “PRETO”, de Marcio Abreu, Grace Passô e Nadja Naira (2017) e “Por que não vivemos?”, livre adaptação da obra Platonov, de Anton Tchekhov (2019), “Sem Palavras” (2021) e “VOO LIVRE” (2023).

Realizou o planejamento, concepção e a direção de produção de espetáculos teatrais, shows musicais e projetos especiais para diversas produtoras em São Paulo entre 2006 e 2010. Foi Coordenador de Arte e Cultura da UNIPAR, em 2.005, planejando, gerindo e realizando diversos projetos nas áreas da música, teatro, dança e artes plásticas. Foi Diretor de Produção do FILO – Festival Internacional de Londrina nos anos de 2003 e 2004, tendo sido assistente de produção de 1.999 a 2.002. Fez a Coordenação de Produção do Londrina Jazz Festival nas três edições realizadas (2.003, 2.004 e 2.005), integrou a equipe de produção do Festival de Música de Londrina (2.004), e do Mix Brasil – Edição Londrina (2.003 e 2.004), uma extensão do evento criado em São Paulo e Diretor de Produção do Festival de Dança de Londrina (de 2.003 a 2.006).

Categories:

Tags:

Comments are closed


Próximos eventos